sexta-feira, 10 de março de 2006

É impressionante!!!

Ó pá! Passamos (eu e minha namorada) 10 dias em Portugal nesse carnaval. Nunca tinha ido à Europa antes. Vou te dizer que me surpreendi com Portugal e ainda mais com os portugueses.

Há uma contradição muito grande, que percebi no povo. Encontrei, no português, um povo sem "tato" na hora de se expressar. São meio grossos. Mas por um outro lado, eles têm um respeito enorme pelas pessoas, pelas leis e uma honestidade que me impressionaram. Além disso, TODOS têm educação. Desde os mais pobres até os mais ricos.

Colocava os pés na rua (na faixa) pra atravessar e os carros se "engalfinhavam" para ver quem parava primeiro pra gente atravessar (igualzinho aqui). O respeito pela vida alheia é muito grande. Só havia visto isso no interior dos EUA.

Fomos à vários pontos turísticos e não pagávamos preços exorbitantes e sim uma taxa de manutenção do lugar (igualzinho aqui). Em Sintra, visitamos um castelo onde tivemos que pagar na entrada (normal). Já dentro, para uma outra área do castelo, vi um funcionário recolhendo uns papéis de todos que queriam entram para aquela outra parte. Fomos até lá e perguntamos se tínhamos que pagar novamente e o funcionário disse que não, pois já havíamos pago na entrada e que só precisava do canhoto (da entrada) pra entrar (igualzinho aqui). Não havia ninguém tentando te extorquir ou algo parecido (igualzinho aqui).

Os policiais estavam lá, nas ruas, para servirem e protegerem a população (igualzinho aqui). Fomos pedir informação à um policial e ele foi super prestativo e atencioso (igualzinho aqui). Eles são rígidos. "É isso que está escrito e pronto acabou! Não tem conversa!" Mas são honestos e sabem do papel do que é ser policial (igualzinho aqui).

Em Lisboa, para a minha surpresa, vi um FLANELINHA. Hahahahah Sem brincadeira, fiquei parado tentando entender aquela cena tão peculiar aqui no Brasil. Parei o carro e logo veio o cidadão. Pensei; "Não acredito que até aqui tem isso!". Não! Não era brasileiro. Era português mesmo. Disse que pagava na volta. O cidadão deu uma resmungada e foi embora. Passei o tempo todo preocupado com o carro por não ter dado o dinheiro pro "cara" e por isso poderia ter feito alguma coisa. Pra minha surpresa, quando voltei o carro estava intacto (igualzinho aqui).

Têm outras milhares de diferenças que me surpreenderam. Fiquei impressionado.

Lá não existe miséria, mas pobreza. Mesmo os pobres têm condições básicas de higiene e o mínimo pra se viver decentemente (igualzinho aqui). É um povo que fica bravo se você pede hamburger, massa. Pois se come muito bem lá e são comida típicamente portuguesas (como eu não como peixe, me ferrei).

Da união européia, Portugal é o país mais pobre e por isso está sofrendo com várias coisas, pois o nivelamente foi por cima e está sendo difícil pra eles. A taxa de desemprego é muito alta, mas mesmo assim a gente encontra um povo disposto a ajudar quem precisa, a respeitar as leis, a respeitar a vida alheia e acima de tudo, ser honestos. A impunidade é coisa rara (igualzinho aqui)! Tem corrupção? Claro que tem, mas é combatida e não acaba em pizza, como aqui, na Pizzaria Brasil.

Não herdamos o pior deles, pois não há nada parecido. Não sei da onde vem essa nossa cultura podre, essa putaria, essa terra sem lei. Não sei.

Aconselho, sinceramente, que NÃO visitem o Rio de Janeiro. Porque aqui, você vai encontrar um bando de gente tentando te extorquir, sacanagem, putaria, falta de respeito, falta de educação, desonestidade. Estou depondo contra o meu Rio de Janeiro, sim! Pra ver se acaba com essa pouca vergonha! Se as autoridades tomem iniciativa de fazer alguma coisa contra essa terra sem lei! Seu Cesar Maia está deixando o Rio às traças... mas isso é para um outro texto!

Mal cheguei aqui no Brasil e já estou louco pra voltar pra lá. Ver civilização, respeito, educação. E essa falta de "tato" do português não é NADA perto de tudo que vi por lá.

Realmente, Portugal é IGUALZINHO AQUI!

2 comentários:

Kelly Pinheiro disse...

Oi.. Não resisti de fazer um comentário!!! Meu pai é português e eu sou brasileira, mas sou apaixonada por Portugal! Já fui lá duas vezes e a primeira vez fiz anotações assim como as tuas!!! Achei muito engraçado quando li as tuas!!! Lá é tudo diferente mas ao mesmo tempo é muito próximo.. Parece que a gente está em casa.. Eles adoram os brasileiros.. Adorei o teu blogg! Kelly.

Anônimo disse...

Acabo de descobrir teu blog e gostei dos comentários e das tuas reflexões.
Moro em Florianópolis.
Abraço