quinta-feira, 14 de dezembro de 2006

Estuda-se estudando!

Ha quase dois anos que só faço estudar. Parei de fazer tudo somente para estudar pra concurso público. Confesso que pensei que seria mais fácil, pois tinha planejado estudar alguns meses, passar num concurso e ponto final. Não foi muito bem assim que a coisa aconteceu, muito pelo contrário, não aconteceu NADA do que planejei. Não sou religioso, mas acredito em uma força superior que rege-nos e direciona-nos à medida que damos os passos em direção ao nosso objetivo. E acho que é isso que está acontecendo, as coisas estão caminhando no MEU tempo. "Cada coisa no seu tempo". Sempre ouvi isso, mas nunca parei pra prestar atenção no real significado dessa frase. Mas acho que estou COMEÇANDO a entender, pelo menos eu acho.

Sempre "levei" a faculdade nas coxas e nunca estudei de verdade e sempre na véspera das provas. Por conta disso, estou tendo dificuldades de assimilação de TANTAS metérias. Ainda não encontrei uma forma de ler um livro de tributário, por exemplo, de 900 páginas e absorver, pelo menos, 80% dele. O desesperador é que É PRECISO absorver essas 900 páginas, porque senão você já sai na desvantagem! Memória, formas de se estudar, assimilação... quando acho que achei o "pulo do gato", o "gato foge pro telhado". Então retomo minha caminhada do zero.

Abdica-se de tudo e de todos, seu foco muda de direção, suas preocupações passam a ser outras, seus amigos te ligam exigindo sua presença e você diz que "não posso, porque tenho que estudar.", seus melhores amigos passam a ser os "amigos de biblioteca", com quem você passa mais tempo. É uma missão árdua em busca de um objetivo que sabe-se lá quando, vai conseguir. Mas tiro boas coisas disso tudo. Uma delas é que estudar NUNCA faz mal. A outra é ter um "porto seguro" pelo resto da vida, não se preocupar se a empresa vai mal e por isso as possibilidades de você ser mandado embora são grandes. Posso parecer redundande, mas percebo que o aumento da assimilação da matéria estudada dá-se pelo próprio estudo. Quanto mais estuda-se, mais rapidamente assimila-se em maior quantidade e por maior tempo. Vale apena o esforço, mas continuo pesquisando formas e exercício para acelerar, ainda mais, minha assimilação e reter as informações mais tempo possível.

Até a próxima.

3 comentários:

Anônimo disse...

É isso aí!!! Vc está trilhando o caminho certo.

Existem diferentes formas de se estudar, a começar pelas técnicas de leitura. O aprendizado em si depende de muita leitura. Quem tem o hábito de observar e confrontar o q estudou com os fatos sociais do dia-a-dia, tem muito mais facilidade de entendimento. Outro fator importante é não "atropelar" o tempo que o seu cérebro utiliza para assimilar determinado assunto. É o q vc falou, cada um tem o "SEU" tempo. Eu q sou mãe sei bem isso, tenho um casal de filhos, e são bem diferentes um do outro com relação a formas de estudar e ao tempo de assimilação. é bem relativo vai de cada um, isso não quer dizer q um seja menos inteligente q o outro, mas sim, cada um tem o seu próprio tempo e o seu método de estudo.
Outro fator q atrapalha demais é a ansiedade, esta sim deve ser controlada.

Bjos!!! Até mais!!!
*Léia*

Sheila disse...

Olá, querido!!!

Hj que entrei no meu blog... estava atrapalhada com a faculdade... prazos, estagio, prova oral... rsrrs mas enfim tudo deu certo!

Bem, ainda não me formei mas compartilho da mesma angústia... "quanto tempo precisarei me empenhar e investir para passar num concurso???" é essa a pergunta que me aflige... e por conta dela nos faz mudar de rumo.

Nunca fui muito de sair, passear, agora então com essa mais nova meta da minha vida, é quase impossivel se divertir sem sentir culpa...

Meios para assimilar depende do tempo, depende do seu modo, depende de cada um... cada um tem seu jeitinho... talvez o meu modo não seja o melhor para você...

Procure a idéia, viaje nela, faça conexão... não sei qual sua forma, qual o melhor sistema para ti.

Te desejo apenas SUCESSO, ou melhor, para nós!!!!

Se precisar de mim, tenho matérias, aulas, etc, se quiser trocar informações, aqui está meu e-mail: advogllim@hotmail.com (se tiver msn, me adicione)


Beijos, moço!


Att.


Sheila Louro

Brunella disse...

Sim, as pessoas têm tempos diferentes. Entender esse tal tempo peculiar é tarefa árdua mas também muito fascinante! A gente pode ser mais leve e rir das coisas se aprendermos a compreender essa sutil diferença...
Por falar em leveza, acho que a melhor forma de aprender (e não só apreender) algo, é gostando, tendo imenso interesse e prazer a cada descoberta. A gente aprende rapidinho a letra daquela música linda, o telefone daquela pessoa especial...não porque são fáceis, ou simples, mas porque fazem a diferença pra nós.
Se o que estuda fizer diferença pra vc, te encantar, te interessar, tudo ficará mais fácil.
Sim, esse é o meu tempo...mas vc pode experimentá-lo também!

Sucesso pra vc!
Um abraço.