sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Nosso prefeito

fonte: globo.com de 28/01/11

Este da foto é o prefeito do município do Rio de Janeiro. Ou seja, o NOSSO prefeito. Confesso que não votei nele, mas se porventura se candidatar novamente, votarei nele. Ele está mexendo positivamente com o município, colocando ordem na cidade e demonstrando que realmente se preocupa com a cidade.

... mas... as vezes... paga um mico... como este acima. heheheheh

sábado, 15 de janeiro de 2011

Amigo fiel!

foto: Globo On Line - 15/01/2011

Eu nunca vou entender como alguém pode maltratar os animais. Nunca, mesmo! Isso não entra na minha cabeça.

Esse cachorro da foto deitou-se ao lado da cova onde foi enterrado o corpo de seu dono. Não se sabe até quando ele ficará ali... volto a repetir: nunca entendi como alguém pode maltratar os animais.

Os gatos, que muitos acham que são ariscos e independentes, também são exemplos de amor incondicional aos seus donos. Falo por experiência própria. Meus pais sempre tiveram vários gatos. Quando ainda morava com meus pais, uma noite cheguei em casa passando muito mal. Havia comido alguma coisa que me fez vomitar durante dois dias seguidos. Um dos gatos que sempre ficava na sala, ficou na porta do meu quarto durante os dois dias seguidos até o dia que me recuperei. Só saía para ir ao "pipicat", para comer e bebe água. Infelizmente ele morreu há alguns anos de velhice.

Quando ouço alguém falando que gato não é "amigo", eu dou esse exemplo.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Estacionamento

Com a nova lei "do estacionamento"que entrou em vigor, em que veda a cobrança de um valor absurdo pela perda do cartão de estacionamento, os shoppings dobraram os preços!!!

Peço ao leitor alguns segundos para rir, antes de continuar com esse texto.

hahahaahahahaahahhaahahahahahahaha hahahaahahahaahahhaahahahahahahaha
hahahaahahahaahahhaahahahahahahaha hahahaahahahaahahhaahahahahahahaha
hahahaahahahaahahhaahahahahahahaha

Pronto! Refeito do efeito "jeitinho brasileiro", continuo meu texto.

É uma vergonha como tudo aqui no Brasil é uma zona! NINGUÉM pensa no coletivo e sim no seu próprio umbigo. Impressionante!!!

Eu e minha esposa fomos ao shopping Rio Sul, Rio de Janeiro, assistir a um filme. No estacionamento havia um aviso sobre os preços novos do estabelecimento. Seria cobrado o valor de R$3.00 a cada 30 minutos até os 90 minutos. A partir desse tempo, R$ 1.00 por hora. Ou seja:

Até 30 minutos = R$ 3.00
Até 60 minutos = R$ 6.00
Até 90 minutos = R$ 9.00

A partir dai, cada fração de hora será cobrado R$ 1.00.

Até sexta eu pagava R$ 6.00 por 3 horas (ou 4? Não lembro) e agora, mesmo tempo de 3 horas, pagarei R$ 9 .00!!!

Para minha surpresa, mesmo com o aviso em todo estacionamento, me cobraram o valor antigo.

Em todo caso, o Procon-RJ vai ajuizar uma ação civil pública contra os shoppings por esse absurdo!

Brasileiro aprende na marra! Na porrada! Não tem jeito.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Caso "Cesare Battisti"

"Governo da Itália pede que STF mantenha Battisti preso"
fonte: G1 - http://g1.globo.com/ - 4/01/2011

Trocando em miúdos, sem juridiquêz.

Essa confusão toda sobre a extradição do italiano Cesare Battisti poderia ter sido evitada na esfera diplomática. O Brasil está virando um refúgio de bandidos estrangeiros! Cometem crimes em seus países e vem correndo para cá, por saberem que as nossas leis são uma "mãe" para eles. E essa fama começou lá trás com Ronald Biggs no final dos anos 60, início dos 70, se eu não me engano.

Voltando ao caso Cesare Battisti. O que acontece é que o governo brasileiro entende que os crimes atribuídos a ele são de natureza política, cometidos numa época em que a Itália vivia, praticamente, numa guerra civil. Já a Itália entende, ou quer que seja assim, que os crimes cometidos foram de natureza comum.

Esse imbróglio todo se dá por três razões principais:

1. A nossa Constituição Federal não permite extradição por crimes políticos. (A Itália insiste em dizer que os crimes cometidos são de natureza comum e não política)

2. Nossas leis não permitem penas acima de 30 anos. (Na Itália ele já foi julgado e condenado à prisão perpétua, que não existe aqui no Brasil)

3. Num conflito de normas internas com as do tratado, prevalece as da interna. (acontece que há uma teoria, chamada de "teoria dualista", que é adotada no Brasil, que diz que num conflito de normas internas do país com um tratado, prevalece a da interna - de uma forma geral é assim que acontece).

Ou seja, o Brasil está certo em não extraditar Cesare Battisti.

Mas voltando ao início desse texto, digo que esse caso poderia ter sido resolvido no âmbito da diplomacia. Isso tudo está gerando um desgaste e um desconforto muito grande sem motivo para ser, entre os dois países. Nossas leis deveriam ser mudadas urgentemente, mas como o nosso legislativo está interessado apenas em sancionar leis que beneficiam a eles próprios, tão cedo isso não vai acontecer. Em todo caso, vamos esperar para ver o que o Supremo vai resolver.

Espero que ele seja extraditado.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011