segunda-feira, 6 de julho de 2009

Mas que beleza!

A maioria dos meus textos nesse blog é criticando algum tipo de conduta, alguma situação ou alguém. Mas também ha espaço para os elogios.

Já andei de metro por grandes metrópoles dos EUA (considerado o país que mais respeita a vida - dentro do país) e nunca vi nada parecido com que vi hoje na estação Uruguaiana, centro do Rio de Janeiro.

Estava dentro da estação e vejo um segurança, do metro, acompanhando um deficiente visual. O segurança só foi embora quando o colocou dentro do vagão, o mesmo que eu estava. Achei muito legal a atitude daquele segurança (depois vim saber que todos agem dessa forma). Na estação seguinte ele desceu e já havia um outro segurança esperando por ele, para guiá-lo até a saída. Aquilo me deixou feliz, de certa maneira, pois vivemos num país em que o respeito a vida, as pessoas, as leis, a educação, a generosidade são palavras esquecidas e pouco usadas.

Conversando com um amigo, soube que esse tipo de atitude é constante. Eu só vi hoje.

Parabéns ao pessoal do Metro. Especialmente aos seguranças. Quero frisar também, que o semblante daqueles seguranças era de prazer em estar ajudando alguém que precisava e não de saco cheio, cumprindo um dever. Essa parte foi a mais legal.

Simples atitudes como essa fazem a diferença. Contribuem para um mundo melhor. Não foi nada demais... mas foi tocante.

3 comentários:

ALFF disse...

Afinal cara isso tem que mudar um dia!

Vocês têm um país fenomenal, que com pequenos gestos engrandeceram certamente esse belo lugar onde Cristo repousa..

Guilherme Faro disse...

Pois é, Aninha. Será que o início de uma nova e próspera era?

ALFF disse...

Concerteza que sim!

As pessoas que vão vendo como as coisas funcionam logicamente também começam a aplicar no dia a dia pequenos gestos que marcam a diferença. Isso é uma das coisas boas que tem o facto de vivermos num mundo global.